Indonésia: ataque suicida a bomba na entrada da Catedral de Makassar

Um ataque suicida a bomba ocorreu na manhã 28 de março, Domingo de Ramos na entrada da catedral católica em Makassar (Sulawesi do Sul)

(credit: AsiaNews)

Um ataque suicida a bomba ocorreu na manhã 28 de março, Domingo de Ramos na entrada da catedral católica em Makassar (Sulawesi do Sul). As informações divulgadas pela AsiaNews.

Segundo as fontes policiais, o incidente ocorreu na entrada lateral da catedral, dedicada ao Sagrado Coração de Jesus, logo no final da Missa de Ramos, quando os fiéis ainda se encontravam no interior do edifício.

Um ataque suicida a bomba ocorreu na manhã 28 de março, Domingo de Ramos na entrada da catedral católica em Makassar (Sulawesi do Sul)

(credit: AsiaNews)

O ataque criou vários feridos e caos entre as pessoas que, em pânico, tentaram fugir para casa o mais rápido possível. Restos mortais foram encontrados na área do crime, provavelmente do agressor.

O incidente ocorreu às 9h26 (hora de Jacarta).

Comunicado da cúria

O representante da Cúria Arquidiocese, padre Frans Nipa Pr divulgou este comunicado:

Um ataque suicida a bomba ocorreu na manhã 28 de março, Domingo de Ramos na entrada da catedral católica em Makassar (Sulawesi do Sul)

(credit: AsiaNews)

1. A série de celebrações do Domingo de Ramos, que deveria ser realizada das 12 à noite, foi cancelada.

2. O arcebispo de Makassar, Mons. John Liku ‘Ada, como todos os padres que residem perto da catedral, está bem.

3. Alguns fiéis ficaram feridos com a explosão e agora estão sendo tratados no hospital local.

4. O ataque suicida ocorreu perto do portão lateral da igreja, próximo ao dispensário médico da catedral.


LEIA MAIS: INDONÉSIA: UM CATÓLICO COMO GUIA DA COMUNIDADE CATÓLICA


Ataque “bloqueado”

Outro padre, padre Wilhelmus Tulak Pr, disse que o agressor provavelmente tentou entrar na igreja pelo portão lateral, mas deve ter sido parado pelos seguranças da igreja, que estavam de olho nele e de repente a bomba explodiu.

Até agora, houve alguns feridos, mas nenhuma morte, muito menos, talvez, o próprio agressor.

De uma população de cerca de 12 milhões, a arquidiocese inclui quase 200 mil fiéis (cerca de 2%).


seu apoio vale muito, assine a revista Mundo e Missão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *