Haiti: Sequestrados cinco sacerdotes, três leigos e duas religiosas

A Igreja Católica no Haiti lamenta o sequestro de cinco padres, duas religiosas e três leigos ocorrido próximo à capital Porto Príncipe

(credit: Pixabay.com)

A Igreja Católica no Haiti lamenta o sequestro de cinco padres, duas religiosas e três leigos. O sequestro ocorreu no dia 11 de abril, na cidade de Croix-des-Bouquets, próximo à capital Porto Príncipe. As vítimas são da Sociedade dos Padres de São Jacques e Arquidiocese de Cap Haitien.

Os religiosos foram sequestrados a caminho da paróquia de Galette Chambon, para participar da toma-posse como pároco do padre Jean Arnel Joseph. Segundo o padre Stevenson Montinard, sacerdote de Saint Jacques, relata a Agência Fides que os sequestradores exigem uma grande soma de dinheiro para a libertação dos sequestrados.


LEIA TAMBÉM: MIGRANTES ENTRE BRASIL E PERU: SITUAÇÃO DIFÍCIL E “TRÁFICO DE PESSOAS”


“Este novo caso é o reflexo do colapso do aparato de segurança do Estado e do país. Ninguém parece estar mais seguro”, disse à Agência Fides o padre Renold Antoine, C.Ss.R, que trabalha no local. “Os grupos ilegais continuam a semear o medo e a tristeza nos corações da população”, concluiu o padre Renold. Segundo o relato da Vatican News, Haiti está passando por uma grave crise econômica, política e social, que pode explodir em revoltas e reviravoltas autoritárias.

Padre Stevenson Montinard, confirmou a notícia à fonte da Agência Fides e pediu orações pela libertação dos Padres: Michel Briand (de nacionalidade francesa), Jean Nicaisse Milien, Joël Thomas, Evens Joseph e Jean-Hugues Baptiste (sacerdote da Arquidiocese de Cabo Haitiano, estudante de medicina) e da Irmã Agnès Bordeau, da Congregação da Providência de Pommeraye, de nacionalidade francesa, e da Irmã Anne Marie Dorcelus, da Congregação das Pequenas Irmãs do Menino Jesus.


seu apoio vale muito, assine a revista Mundo e Missão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *