Bangladesh, as vocações sacerdotais nascem nas novas famílias católicas

sacerdotes bangladesh

No Bangladesh 26 diáconos foram ordenados sacerdotes em 2020. Como relata a Agência Fides, é o maior número já registrado na história do país.

Há um papel importante das famílias católicas na partilha de valores e ensinamentos de fé e, assim, na promoção das vocações, disse à Agência Fides padre Patrick Simon Gomes, Reitor do Seminário Maior do Espírito Santo, único seminário nacional do país.

Vocações no Bangladesh, novo trabalhadores na vinha do Senhor

Nos últimos 15 anos, um grande número de jovens ingressou no seminário. Dos 26 novos sacerdotes ordenados, 18 são diocesanos, 6 são da Congregação da Santa Cruz, um é jesuíta e um é do PIME.

Se em um ano já houve a ordenação sacerdotal de tantos jovens, há sempre necessidade de “novos trabalhadores na vinha do Senhor”. Em certo período, muitos jovens entraram no seminário e temos obtido frutos preciosos. O grande número de ordenações sacerdotais hoje nos deixa felizes, mas não podemos dizer que as vocações ao sacerdócio tenham aumentado em geral

Padre Patrick Simon Gomes, Reitor do Seminário Maior do Espírito Santo, Bangladesh

O reitor também informou que as vocações estão surgindo nas dioceses de Rajshahi, Mymensingh e Dinajpur, onde vivem cristãos tribais e muitos deles são novos convertidos.

Algumas famílias carentes não mandam seus filhos para o seminário, pois os filhos representam uma ajuda concreta e uma força de trabalho para a família.


LEI TAMBÉM: COMUNICAÇÃO GERA VOCAÇÃO


As vocações nascem dentro da família, a primeira Igreja

Uma ação importante é à promoção vocacional na família. “Para os meninos que estão no seminário, posso dizer com certeza que a família desempenhou um papel fundamental no apoio e favorecimento na escolha vocacional“, esclareceu padre Patrik.

Toda nossa forma de divulgação deve ter como objetivo suscitar nas almas da juventude um maior fervor apostólico
Padre Almir, sacerdote brasileiro do PIME, missionário no Bangladesh

“Eles primeiro obtiveram treinamento cristão da família. Ouço os testemunhos dos seminaristas e eles dizem que as suas famílias lhes deram ensinamentos sobre a fé e os valores. Para aumentar a vocação ao sacerdócio, as famílias são fundamentais”, terminou o reitor.

O PIME no Bangladesh: bate papo com padre Almir, missionário brasileiro

O PIME trabalha há muitos anos no Bangladesh. E as vocações que estão surgindo são também, com certeza, frutos da obra de evangelização, formação e animação que os missionários fizeram ao longo desses anos.

Aqui um testemunho do padre Almir, sacerdote do PIME, missionário brasileiro, que conta um pouco o trabalho dele no país asiático.


doação ou assinatura mundo e missão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *