Voluntários católicos ao lado dos pobres gerados pela pandemia no Vietnã

vietnã voluntários católicos pandemia covid

No Vietnã, os pobres e os moradores de rua são as principais vítimas da pandemia de Covid-19, como está acontecendo também em vários países do mundo.

Mas os vendedores ambulantes, os garis e os pequenos comerciantes conseguiram enfrentar as dificuldades desse período graças à ajuda de associações católicas.

Uma comunidade católica de Ho Chi Minh realizou atividades de apoio para os mais pobres e necessitados. Como relata o site Asia News que recolheu o testemunho da Anna Huyền Trang, jornalista local.

Padre Joseph Lê Quang Uy, da Congregação do Santíssimo Redentor, junto com alguns voluntários, prepara refeições para os pobres de bairro três dias na semana ”, contou a jornalista.


LEIA TAMBÉM: CONTINUAM AS VIOLÊNCIAS EM MIANMAR, 6 PADRES FORAM PRESOS PELO EXÉRCITO


Voluntários católicos ao lado dos pobres do Vietnã

Uma cena que se repete em outros becos e recantos da cidade graças aos voluntários católicos.

vietnã voluntários católicos pandemia covid

A senhora No e seu grupo cozinham arroz para mais de 300 pessoas carentes no Canal Nhiêu Lộc, onde também há uma casa que acolhe deficientes, idosos solitários e pobres nas proximidades.

Por muitos anos temos ajudado pessoas que vivem em condições difíceis, tentando obter para todos refeições gratuitas e cuidados atenciosos. Nas últimas duas semanas, porém, houve muitos casos de Covid-19 e isso tem gerado grande preocupação

Um voluntário católico no Vietnã

O padre Joseph Lê Quang Uy disse que quem mais sofre com esta situação são os pobres, os idosos sozinhos, os deficientes, os trabalhadores, os vendedores ambulantes, moradores de rua. Essas pessoas estão sofrendo as maiores perdas com a pandemia.


LEI TAMBÉM: FILIPINAS CONCLUI CONSTRUÇÃO DA MAIOR ESTÁTUA MARIANA DO MUNDO


As atividades beneficentes foram realizadas com sucesso graças à participação e apoio de voluntários. “Existem aqueles que nos sustentam financeiramente, aqueles que doam água e alimentos. Nos vários distritos podemos servir de 200 a 300 pessoas ”, acrescentou o missionário.

“Que Deus abençoe a todos vocês e aos nossos pequenos esforços. Que Deus abençoe nossos irmãos e irmãs próximos e distantes, e os benfeitores que nos ajudaram. E, acima de tudo, rezemos pelas vítimas desta pandemia”, terminou o sacerdote.

(FOTOS: ASIA NEWS)


doação ou assinatura mundo e missão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *