A pandemia em Bangladesh faz crescer os casamentos infantis

bangladesh criança noiva

Devido à pandemia, em Bangladesh os casamentos infantis começaram a aumentar novamente, como relata o site de notícias Asia News.

Em Dhaka, durante um seminário virtual realizado nos últimos dias entre as operadoras envolvidas no combate a esta praga, foi mencionado um número que fala de um aumento de 13% de noivas crianças no período marcado pela Covid-19.

Aumento que atinge um país que já está entre os 10 maiores do mundo nas estatísticas de disseminação do fenômeno. De acordo com um relatório da ONU, em Bangladesh a taxa de casamentos infantis (ou seja, aqueles em que pelo menos um dos cônjuges tem menos de 18 anos) é de 51%.

A idade mínima legal para o casamento seria de 18 anos, mas há alguns casos em que pode cair para 16.


LEIA TAMBÉM: BANGLADESH, AS VOCAÇÕES SACERDOTAIS NASCEM NAS NOVAS FAMÍLIAS CATÓLICAS


Bangladesh: mais pobreza, mais casamentos infantis

Durante o seminário, uma criança noiva chamada Arju Akter contou sua história: “Durante a pandemia, meu pai, um diarista, perdeu o emprego. Ele arranjou um casamento para mim quando eu estava indo para a escola, na sétima série. Eu não queria me casar, mas não dava para escapar ”. Agora que ela está casada, ela não vai mais à escola.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Ong World Vision Bangladesh, 95% das famílias em Bangladesh enfrentaram dificuldades econômicas devido à pandemia.

Esse fato aumentou a pobreza no país. “Como resultado, muitos pais arranjaram casamento para os filhos”, explicou a diretora da ONG.

Na pequena comunidade católica de Bangladesh, os casamentos infantis não acontecem graças ao estrito controle das autoridades eclesiásticas


doação ou assinatura mundo e missão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *