12 de Outubro: e se a cidade do futuro fosse projetada por uma criança?

crianças-olhando-atentas-a-uma-explicação-Delhi

O dia 12 de outubro é festa da Padroeira do Brasil e também é festa pelo dia das crianças. Para comemorar esse dia, confira a história de Avira Bath, menina de 12 anos que sonha com uma cidade melhor.

Nos dias em que a Autoridade de Desenvolvimento de Deli (DDA) está planejando o Plano Diretor 2041, uma estudante tentou imaginar sua própria “Deli ideal”

Em busca da cidade ideal

Nas últimas semanas o futuro de uma grande metrópole está sendo escrito e não é uma forma de dizer. A Autoridade de Desenvolvimento de Delhi (DDA), o órgão responsável pelo planejamento e desenvolvimento da capital indiana, está planejando a implementação do Plano Diretor 2041, uma espécie de Plano de Governo Territorial (PGT) para redesenhar a cidade de Deli até 2041 Para definir o desenho de uma metrópole tão grande, o DDA solicitou orientação aos cidadãos, acrescentando em seu site o item “Objeções e sugestões públicas”.

Assim, entre as tantas vozes que se manifestaram sobre o assunto e tentaram imaginar uma espécie de “cidade ideal”, também está a de uma menina.

Chama-se Avira Bath e tentou planejar “sua” Deli. “Afinal – escreve Avira em um artigo publicado no Scroll.in – o plano mestre molda uma cidade que será herdada pelas crianças de hoje em 20 anos. Portanto, me parece certo que quem deve determinar o futuro de uma cidade são os filhos mais novos”.


LEIA TAMBÉM: NOSSA SENHORA APARECIDA, MÃE DA ESPERANÇA”


Mas como deve ser a Deli do futuro, de acordo com a Avira?

O que uma criança local mudaria se tivesse uma varinha mágica na mão?

crianças-olhand-para-a-camera-com-as-mãos-juntas-no-chão
Créd. smilesquared.com

“Em primeiro lugar, pensaria no espaço público: ruas, praças, parques e praias”, escreve a jovem de 12 anos: “Os espaços públicos devem ser gratuitos, limpos, higiénicos e acessíveis a todos”. Chega de proibições como ‘Não pisar em canteiros de flores’, chega de cercas e restrições a uma área verde.
Mas, ainda mais importante nas ideias da Avira é a vivacidade: “Há apenas concreto e vidro em todos os lugares, o que torna nossas cidades intimidantes, mecânicas, chatas e nada originais – escreve ela –. Quando eu tinha cinco anos, olhando para os prédios de vidro: imaginei-os como robôs tentando me comer ”. Para melhorar essa visão mortal e não muito amigável para crianças, a Avira tem uma ideia muito específica: usar a arte do graffiti para animar e colorir o ambiente.

“Por fim, gostaria de focar nos valores – conclui a estudante -. Acho que qualquer espaço habitacional na terra deve ter valores que são decididos em comum e com os moradores que os respeitam ”. Valores comunitários baseados na inclusão e envolvimento de várias especificidades. “Uma cidade que acolhe alguém de todo o coração e que não discrimina de forma alguma”.

Cidades mais inclusivas

E para tornar a Deli dos seus sonhos mais inclusiva, a Avira propõe uma espécie de encontro urbano em que todos podem expressar suas ideias, compartilhar seus sentimentos e participar ativamente do bem-estar de um lugar.

Esta é a Deli do futuro construída com os olhos, o coração e os sonhos de uma criança. Talvez não haja muito planejamento urbano – como a própria Avira admite -, “mas a cidade é para todos e ainda mais para 41% das pessoas com menos de 18 anos porque serão os cidadãos de amanhã. Portanto, é fundamental levar também em consideração seus insumos no planejamento para o futuro ”.

criança-negra-olhando-para-o-horizonte-com-céu-azul-ao-fundo
Créd. iStock/Arte Lunetas

Que tal pensar em como as nossas crianças veem os espaços públicos, quais momentos damos para que elas falem sobre seus sonhos e anseios? Assim, como Avira, por aqui temos muitas outras meninas e meninos que esperam ser ouvidos.

Mais do que uma comemoração cheia de presentes, o dia de hoje pode ser o momento para refletir e sonhar com as nossas crianças, pense nisso!

Feliz Dia das Crianças.

Por Redação Mondo e Missione, tradução e adaptação Valesca Montenegro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *