O presidente da CNBB é membro do observatório dos direitos humanos do Judiciário

Dom Walmor Oliveira de Azevedo foi nomeado no dia 17 de setembro. O Observatório será coordenado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ)

foto: CNBB Leste 2

por redação Mundo e Missão


Dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e arcebispo de Belo Horizonte, foi nomeado no dia 17 de setembro membro do primeiro Observatório de Direitos Humanos criado pelo Poder Judiciário brasileiro. O Observatório, formado por 20 pessoas em total, será coordenado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e presidido por seu presidente, Luiz Fux. 

O grupo de trabalho acompanhará a proteção e implementação dos princípios dos direitos humanos que normalmente não são da competência do Judiciário. O órgão, formado por dez membros do CNJ, é integrado por outros nove membros da sociedade civil. 

O Observatório poderá dialogar com instituições nacionais ou internacionais que garantam a proteção dos direitos humanos e participará do intercâmbio de informações, experiências e projetos relacionados com a proteção dos direitos humanos. Para o desenvolvimento das suas atividades, o Observatório pode convidar quaisquer colaboradores a participar em reuniões, projetos ou outras iniciativas, sempre que necessário. 


Inscreva-se e receba a newsletter

seu apoio vale muito, assine a revista Mundo e Missão

Adicionar Comentário

Seu endereço de e-mail está seguro conosco. Campos obrigatórios são marcados com *

Telefone: (11) 5549-7295
Fax: (11) 5549-7257
Rua Gregório Serrão 177
04015-011 Vila Mariana, São Paulo - SP